5 Passos para proteger funcionários da Covid-19

Sua empresa na Internet: saiba como digitalizar o seu negócio
26 de maio de 2020
Como cortar gastos em tempos de crise
23 de junho de 2020

Conforme alguns setores da economia retornam a suas atividades, proteger os funcionários da Covid-19 se torna uma obrigação e um desafio para gestores de todos os segmentos. É importante não diminuir a gravidade da doença e nem o risco da transmissão, que permanece enquanto não houver uma possibilidade de imunização em massa.

Diversas recomendações já estão sendo dadas pelo próprio poder público, como o uso obrigatório de máscaras em ambientes públicos e privados. Ainda assim, há cinco pontos fundamentais que todos os gestores devem se atentar para manter a equipe em segurança. Veja quais são:

1. Higienização constante

Os produtos de limpeza podem permanecer os habituais, envolvendo água, álcool, sabão e desinfetantes. Porém, a atenção agora fica por conta da frequência, que deve ser maior para evitar o risco de contaminação.

Superfícies de contato com várias pessoas devem receber um cuidado especial, como maçanetas, corrimãos, balcões de atendimento e áreas como o banheiro. Quanto maior for a circulação de pessoas, mais frequente deve ser a limpeza, principalmente quando há presença de público externo, como no caso de estabelecimentos comerciais.

A higienização individual também deve ser disponibilizada por meio de frascos de álcool gel em locais estratégicos, como entradas de ambientes e saídas de banheiros. A higienização constante das mãos ainda é uma das melhores formas de evitar a propagação do vírus e de outros microrganismos que fazem mal à saúde.

2. Proteção individual

As máscaras já se tornaram um item indispensável para quem quer sair de casa. Ainda assim, ainda é observado muito descuido quanto ao seu uso. A forma correta de usar é colocando-as pelas alças, não tocando-as durante o uso, cobrindo nariz e boca e trocando a cada 2h ou quando o tecido estiver úmido. Para a proteção da sua equipe, exija que clientes e pessoas externas também utilizem máscaras.

Outro item importante para a proteção de colaboradores é o uso de luvas, principalmente quando eles precisam lidar com dinheiro ou objetos de uso compartilhado. Dependendo do segmento de atuação, aventais e escudos faciais também podem ser recomendados.

3. Distância segura

Aglomerações facilitam a transmissão do vírus, mesmo quando não há contato físico. A proximidade facilita que gotículas potencialmente contaminadas cheguem a outras pessoas, podendo contaminar uma quantidade significativa de pessoas a partir de apenas um contaminado.

A recomendação das autoridades de saúde é a de manter uma distância mínima de 1,5m. Para que isso ocorra, oriente seus colaboradores e clientes, crie demarcações no chão ou em assentos para que esta distância seja respeitada. Em escritórios, demarque áreas de circulação que permitam uma distância segura das mesas dos colaboradores.

Se você tiver um espaço pequeno, considere alterar os turnos das equipes, para que menos pessoas permaneçam no local ao mesmo tempo.

4. Acompanhe a saúde da equipe

Observe os colaboradores que apresentarem sintomas respiratórios que possam estar associados à Covid-19. Quem apresentar sintomas como tosse, espirro, coriza, febre ou mal-estar deve ser afastado e orientado a buscar um serviço de saúde, mesmo que não haja confirmação da doença. Desta forma, você evita que outros colaboradores possam ser infectados.

Se possível, meça a temperatura dos funcionários com um termômetro de aproximação. Aqueles que apresentarem febre devem ser afastados enquanto o sintoma não for embora. Se algum funcionário contrair o novo coronavírus, ele só poderá voltar às atividades presenciais após a confirmação do teste de que ele não carrega mais o vírus, mesmo que os sintomas já tenham desaparecido. Mesmo pessoas recuperadas da Covid-19 devem continuar seguindo as orientações de proteção e distanciamento, pois ainda não há certeza quanto à imunidade adquirida da doença.

5. Oriente e converse com a equipe

Informação é uma arma poderosa que as pessoas devem usar a seu favor no combate à pandemia. Converse com os colaboradores com transparência e de forma explicativa quanto às novas normas e medidas adotadas. Espalhe pelo ambiente de trabalho cartazes com orientações de proteção, higienização e distanciamento, para que todos possam colaborar.

Oriente-os também a adotar cuidados fora do ambiente de trabalho, incentivando-os a não saírem sem necessidade e tomando as devidas precauções quando estiverem fora.

Com cuidado e responsabilidade as empresas podem se adaptar a esta nova realidade, respeitando e protegendo a saúde e o bem-estar de seus colaboradores.

Leia também: 5 Passos para reorganizar as dívidas