5 Dicas para se planejar e aumentar as vendas de 2021

4 Formas de economizar nas despesas de fim de ano
30 de novembro de 2020

A pandemia que se iniciou em 2020 trouxe muitos desafios e incertezas para os mais variados tipos de negócio. Para o ano que acaba de começar, é preciso entender o momento para se planejar e até mesmo aumentar as vendas de 2021. Sim, é possível!

O primeiro passo é analisar os impactos e as mudanças que o seu setor sofreu no último ano, pois isso ajuda a se organizar para o que vem a seguir. A partir disso, siga este passo a passo que trazemos a seguir:

1. Analise detalhadamente o seu histórico de vendas

Não se compreende o que não se mede, por isso, conhecer detalhadamente o seu histórico de vendas é essencial. A pandemia pode ter tirado estas estatísticas dos trilhos? É bem provável que sim, por isso, não se baseie apenas nestes meses: utilize períodos maiores. Mas é importante destacar: o período da pandemia também precisa ser levado em consideração, pois as coisas não devem voltar 100% ao normal tão rapidamente.

Com os dados em mãos, analise-os e identifique padrões e tendências. Por exemplo, se as vendas se mostravam em queda antes mesmo da pandemia, é provável que ela não tenha sido a única razão para isso. Utilize as informações de 2020 como ponto de partida, mas lembre-se sempre que foi um ano atípico.

2. Identifique oportunidades geradas com a pandemia

Alguns poucos setores conseguiram se fortalecer com a pandemia. Mas até mesmo aqueles que tinham sido prejudicados num primeiro momento tiveram exemplos de empreendimentos que conseguiram se reinventar, inserir novas modalidades de venda e entrega, e que conseguiram se fortalecer mesmo na adversidade.

Sabemos que não é fácil mudar um modelo de negócio tão rapidamente em muitos casos, porém, com inteligência comercial, capacidade de reagir às mudanças e resiliência, muitas empresas têm se destacado justamente por esta reformulação. Para se planejar para 2021, esteja atento às tendências de mercado, tanto global como do seu setor, e se prepare de acordo. Aliás, esteja ciente de que, mesmo com todo o planejamento, a capacidade de reagir e de mudar rapidamente é fundamental para sobreviver em tempos de incerteza. Tenha sempre um plano B ou C em mãos.

3. Inove em produtos e formas de entrega

Conforme mencionamos no item anterior, aceitar a mudança talvez seja uma das etapas mais desafiadoras para qualquer tipo de negócio que enfrenta dificuldades, como as impostas pela pandemia. Lembre-se de que o mundo mudou rapidamente e é possível que ele nunca volte ao “normal”, por isso, deixe de lado aquela ideia de que “as coisas sempre foram assim” e abrace o novo.

Ao aceitar a mudança, a empresa se abre para novas possibilidades, tanto de produtos como de operação, como no caso de serviços de entrega. Lembre-se de que o mundo não irá se adaptar a sua empresa, portanto, para sobreviver ela precisa se adaptar a ele.

4. Reavalie as metas financeiras e as políticas de preço

É bem provável que, após um ano tão atípico e desafiador, a sua empresa já tenha reajustado as metas financeiras para 2021. Se isso ainda não foi feito, volte ao item 1 e compare o seu histórico de vendas até 2019 com o de 2020 para entender melhor os impactos da pandemia no seu negócio. Adeque as projeções de 2021 para este novo momento, pois é isso o que lhe ajudará a fazer investimentos mais assertivos, de acordo com o cenário atual.

Ciente das metas financeiras e da sua planilha de receitas e despesas, saia um pouco de dentro das paredes da empresa e pense na realidade dos seus clientes – sejam eles pessoa física ou jurídica. A sua política de preços é adequada ao momento? Ela cobre os seus custos e ao mesmo tempo se mostra interessante para o seu público? Leve estes dois fatores em consideração e, se necessário, reavalie o que pode ser feito neste sentido.

5. Defina objetivos maiores e menores

Poderíamos ter colocado este item como o primeiro da lista, pois o planejamento pressupõe um norte. Porém, somente munido das informações e reflexões possíveis nas etapas anteriores é que a sua empresa poderá focar em objetivos mais assertivos, dentro da realidade do negócio – sejam eles macro ou micro.

Os objetivos maiores, ou macro, são aqueles para o ano inteiro: faturamento, investimento, contratações etc. Já os objetivos micro dizem respeito à operação do dia a dia, pois é este acompanhamento que permitirá que a empresa atinja as metas macro e, se for o caso, aumentar as vendas em 2021.

Conte com o Banco do Vale para auxiliá-lo no planejamento e nos investimentos do seu negócio em 2021. Entre em contato conosco que um dos nossos agentes de crédito poderá lhe ajudar.

Leia também: 5 Passos para criar um ciclo de prosperidade e riqueza